Vereadores divergem sobre homenagem a Olavo de Carvalho em Campina Grande

Serão encaminhados para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de Campina Grande, dois projetos de lei de autoria do vereador Waldeny Santana (DEM), que visam nomear de Olavo Pimentel de Carvalho uma praça e uma rua em homenagem ao escritor conservador, que faleceu nos Estados Unidos, aos 74 anos.

Apesar de ainda não ter sido colocada em votação, as propostas já causam divergências na Casa.  De acordo com o autor dos projetos, as obras de Olavo de Carvalho influenciaram estudantes campinenses, que formaram o Instituto Borborema, responsável por propagar o pensamento conservador na Paraíba.

O Instituto Borborema, segundo o vereador, disponibiliza cursos com público de mais de 1 mil estudantes, nos formatos online e presencial. “É orgulho para nossa cidade ter o Instituto Borborema, um dos pilares do pensamento do professor Olavo, e dentro dessa perspectiva, nada melhor que reconhecer essas ideias”, disse o parlamentar.

Olavo de Carvalho morreu no último dia 24 de janeiro, aos 74 anos, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a decretar luto oficial de um dia por causa do falecimento do filósofo, que tinha influência inclusive sobre integrantes do atual Governo Federal.

Líder da oposição em Campina Grande, a vereadora Jô Oliveira fez críticas à apresentação das propostas e anunciou voto contra os projetos. “Me causa surpresa esse projeto de lei que busca homenagem a Olavo de Carvalho, que a meu ver pouco contribuiu com Campina Grande, principalmente porque é uma homenagem meramente ideológica”, disse. “Nós vamos na contramão desse processo”, anunciou.

Agenda Política 

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *