Avaliando disputar o Senado, Sérgio Queiroz conclui pós-doutorado na Espanha

Sérgio Queiroz na conclusão do doutorado, nos Estados Unidos, em 2016 / Foto: reprodução do Instagram

Em processo de avaliação sobre a possibilidade de disputar o Senado nas eleições deste ano, o pastor paraibano Sérgio Queiroz tem incluído em suas reflexões um acontecimento recente. Por meio das redes sociais, ele informou que concluiu o Pós-doutorado em Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

O término do curso foi uma das razões que o fizeram deixar a Secretaria Especial de Modernização do Estado, que exercia no Governo Federal até o ano passado. Ele precisava de tempo para se dedicar à última da etapa pesquisa que teve como tema a Educação como medida preventiva à corrupção no Brasil.

Com a conclusão da pesquisa, voltou a ter um tempo a mais para refletir, tanto sobre a política partidária quanto sobre maneiras de aplicar o que dissertou na pesquisa. “Espero que os achados da minha pesquisa possam ajudar a nossa pátria a ser um lugar melhor e mais justo para as próximas gerações”, escreveu no Instagram.

Ainda sem partido, o pastor disse ao blog que conversou com o presidente Jair Bolsonaro sobre a possibilidade de participar do pleito. Ele avalia entrar na disputa de forma ‘independente’, sem composição em chapa majoritária. Enquanto não toma a decisão, conversa com lideranças religiosas e políticas sobre o processo.

Também no campo da direita, o advogado e assessor do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Bruno Roberto (PL), filho do deputado federal Wellington Roberto, já confirmou que será candidato nas eleições deste ano, na chapa do pré-candidato a governador, Nilvan Ferreira (PTB). Outro nome colocado é o vereador pessoense Carlão Pelo Bem (Patriota).

No campo governista, são cotados para a disputa o deputado federal Efraim Filho (União Brasil) e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), que buscam um espaço na chapa do governador João Azevêdo (Cidadania). Pela esquerda, Ricardo Coutinho (PT) tenta se viabilizar como alternativa, mas há sérias dúvidas sobre sua elegibilidade.

Será que, além da experiência, dos apoios e do currículo político-eleitoral, a qualificação intelectual será outro ingrediente no debate pela disputa pelo Senado na Paraíba?

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

1 Response

  1. Além dos nomes citados à cima, como pré candidatos ao Senado, aproveito a oportunidade para dizer que eu também já coloquei o meu nome à disposição dos paraibanos para disputar essa próxima vaga do Senado Federal!
    Saulo Porto de Oliveira ainda não tem a sua nova filiação confirmada em um novo partido, tendo sido do PT, do PSL e ultimamente do PTB…
    Está liderando um movimento político chamado Novo Cangaço e tem usado a algunha: Saulo Porto Lampião.
    Suas ideias e propostas para o Senado irão ser divulgadas na sua pré campanha a partir do mês de abril. Talvez não seja o mais preparado dentre todos os nomes postos, porém sua maior característica é a coragem!
    Diferente do Bruno Roberto, Saulo Porto Lampião é 100% Bolsonaro.
    #SauloPortoLampião
    #NovoCangaço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *