Ucrânia inclui Lula em lista de desinformação pró-Rússia

Ex-presidente Lula integra lista na Ucrânia / Foto: reprodução

A Ucrânia incluiu o ex-presidente Lula da Silva (PT) em uma lista de “oradores que promovem narrativas de propaganda russa”. Ná prática, de fazer propaganda enganosa pró-Rússia.

A acusação foi divulgada por meio do site do Centro para Contenção de Desinformação, uma entidade criada por Volodymyr Zelensky e que integra a guerra de informação entre Rússia e Ucrânia, tendo como base o que Kiev considera como fake news e manipulação do Kremlin.

O assunto repercutiu nos principais veículos de informação do país, hoje. Lula é o único brasileiro que integra a lista, e as razões que fizeram com que ele entrasse nela foi ter dito durante uma entrevista a revista americana Times que Zelensky era tão culpando quando Vladimir Putin pela guerra.

Ele tambem teria dito que a Rússia deveria liderar uma nova ordem mundial.  Ao todo, a “lista de Zelensky”, conta com 78 pessoas, sendo que 30 delas são americanas.

A assessoria do ex-presidente lembrou que ele condenou a invasão russa na Ucrânia.

Com informações da Jovem Pan

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *