Sérgio revela ‘diálogo franco’ com Bolsonaro: ‘alguns aliados nunca o apoiaram’; Ouça

O pastor Sérgio Queiroz (sem partido), ex-secretário Especial de Modernização do Estado, informou ao presidente Jair Bolsonaro (PL) que tem a pretensão de ser candidato ao Senado nas eleições deste ano. O diálogo se deu por meio de troca de mensagens no celular.

Em entrevista à Rádio Arapuan FM, o líder religioso revelou ter tido um ‘diálogo franco com Bolsonaro’, quando disse ao presidente que seus aliados na Paraíba ‘nunca foram’ apoiadores verdadeiros das pautas defendidas pelo Governo Federal. “Aqueles que se dizem base na verdade nunca foram e pouquíssimos são”, disse.

Sérgio Queiroz também informou a Bolsonaro que vai apoiar sua reeleição para a Presidência da República. “Ele pode contar comigo, com minhas orações, com minha família e com meu esforço, mas tenho limitações para apoiar grupos que não representam o que foi construído nesses 3 anos”.

Na Paraíba, o PL, partido de Bolsonaro, tem como candidato ao Senado, Bruno Roberto, assessor do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e filho do deputado federal Wellington Roberto. No último dia 8 de fevereiro, eles estiveram com o presidente em visita a trecho da transposição do Rio São Francisco, no sertão do Estado.

De acordo com o pastor Sérgio, o presidente ‘ouviu atentamente e sabiamente’ suas colocações e respondeu que o grupo chegará a uma solução sobre o tema tratado no diálogo. Sérgio Queiroz continua na busca por um partido e também procura um espaço para disputar a eleição pelo Senado na base de Jair Bolsonaro.

Ontem, ele informou que avalia ser candidato ao Senado nas eleições desse ano de forma ‘independente’, sem composição em chapa majoritária. “Posso sair sozinho, sem apoiar ninguém. É possível, se isso for mais conveniente, será assim. Sozinho”, afirmou.

Ouça a seguir:

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *