Moacir Rodrigues é contra união de oposição com ‘grupo ricardista’ na ALPB: ‘não tem sentido’; Ouça

O deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) reagiu de forma contrária, nesta sexta-feira (04), a uma possível união entre o grupo de oposição, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), e a ala de deputados petistas que também faz oposição ao governador João Azevêdo (PSB).

De acordo com o parlamentar, que compõe a oposição mais à direita na Casa Epitácio Pessoa, não é possível convergir ideias em torno do que ele chama de ‘grupo ricardista’, ligado ao ex-governador Ricardo Coutinho (PT) e representado pelas deputadas estaduais Estela Bezerra, Cida Ramos e pelo deputado Jeová Campos (PT).

“Eu sou contra a união da oposição com o grupo ricardista. Não tem sentido, sou contra essa união”, revelou o parlamentar.

Em entrevista esta semana, Moacir não negou a possibilidade de voto no atual governador, João Azevêdo (PSB), em posicionamento que diverge do irmão, o ex-prefeito de Campina Grande, Romero (PSD), que votará em Pedro Cunha Lima (PSDB).

União oposicionista

Integrantes da oposição devem escolher, na próxima semana, um novo líder para comandar o bloco na Casa, em substituição ao deputado Cabo Gilberto (PSL), que ficou dois anos à frente da função. Nesta sexta-feira (04), em entrevista ao blog, ele não se opôs a um entendimento com deputados petistas para fortalecer o grupo.

Ouça áudio a seguir

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *