Cabo Gilberto aprova entendimento com petistas para unir oposição na ALPB; Ouça

O deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) informou, nesta sexta-feira (04), que não se opõe a um possível entendimento com parlamentares petistas para reforçar o bloco de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), mesmo tendo discordâncias ideológicas com esses deputados. “Tenho divergências, mas trata-se de um parlamento”, informou.

O bloco de oposição, ainda liderado por Gilberto Silva, deve se reunir na próxima semana para escolher um novo líder do grupo. O parlamentar disse, porém, que não tem conhecimento sobre o agendamento de reunião com a presença dos petistas.

“Sem nenhum problema, pois são parlamentares e se quiserem compor a oposição, assim como os demais, ficarei bastante grato, pois poderemos ter as assinaturas necessárias para fiscalizar o governador João Azevêdo”, disse. Gilberto Silva acrescentou que o único deputado com quem a oposição não quer ‘diálogo’ é com o presidente da Casa, Adriano Galdino.

“Tenho divergências com vários deputados, inclusive com os deputados do PT, 99% a gente discorda, mas a gente conversa, pois é um Parlamento e temos que manter esse respeito. Só quem não me respeita é o presidente da Casa, Adriano Galdino, que age como um ditador”, opinou.

Liderança do bloco

O deputado Cabo Gilberto ficou quase dois anos na liderança do grupo e defende que, agora, haja uma mudança no comando do bloco. Compõem o grupo nomes como os deputados Wallber Virgolino (Patriota), Camila Toscano e Tovar Correia Lima (PSDB), Anderson Monteiro (MDB), Moacir Rodrigues (PSL), Galego Souza, Dra Paula e Jane Panta (PP). “Vamos discutir para saber quem será o novo líder, pois meu ciclo já encerrou”, finalizou Gilberto.

Ouça o áudio a seguir

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *