O Globo: Daniella e Nilda se posicionam contra descriminalização do aborto

Um levantamento publicado pelo jornal O Globo, neste fim de semana, aponta que as senadoras da Paraíba, Daniella Ribeiro (PP) e Nilda Gondim (MDB), se posicionam contra a legalização do aborto no país. Elas fazem parte do grupo de 73% de mulheres ouvidas pela reportagem que são contra mudanças na legislação atual.

De acordo com o jornal, das 89 mulheres atualmente com cadeira no Congresso, 63 responderam ao questionamento — 46 se posicionaram de maneira contrária, enquanto 13 (20%) se disseram favoráveis, e quatro retornaram afirmando que preferiam não se manifestar.

De partidos e linhas ideológicas diferentes, Daniella e Nilda se posicionaram “contra a descriminalização” e “defenderam a lei atual”, que permite o aborto em casos de estupro. De acordo com a legislação atual, o aborto só pode ser efetuado se a gravidez for resultado de um estupro, se houver má formação do cérebro do bebê ou se houver riscos à vida da gestante.

Ainda segundo O Globo, no grupo que se posiciona contra a descriminalização, há 21 parlamentares que defendem a proibição em todos os casos, restringindo o que hoje é permitido em lei. A deputada Carla Zambelli (PL-SP), por sua vez, discorda da descriminalização do aborto e afirma que o aval deve ocorrer só nos episódios em que houver risco de vida.

Veja posicionamentos a seguir

Leia a reportagem na íntegra clicando aqui.

Agenda Política com informações de O Globo

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *