Geraldo Medeiros descarta candidatura em outubro: ‘meu foco é salvar vidas’

O secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, descartou nesta segunda-feira (03), a possibilidade de se desincompatibilizar do cargo para se candidatar nas eleições de outubro. Em entrevista ao autor do blog, ele disse que seu foco continua sendo o combate à pandemia da Covid-19.

“É claro que nos envaidece a lembrança do nosso nome, é fruto de um trabalho na Secretaria de Saúde da Paraíba. Mas a preocupação nesse momento é o combate à Ômicron e a Influenza. Não temos a pretensão em participar desse processo”, disse.

Questionado se topa disputar o cargo de deputado caso haja um convite do governador João Azevêdo, Medeiros reiterou: “A nossa função é eminentemente técnica. É claro que quando exercemos uma função pública, o nome é lembrado. Mas o nosso foco é com a população, diminuir o número de pessoas que adoecem e salvar vidas”, garantiu.

De acordo com a legislação, secretários estaduais que pretendem disputar as eleições precisam deixar seus cargos em até 6 meses antes do pleito.

Geraldo Medeiros foi nomeado na Secretaria de Estado da Saúde (SES) em setembro de 2019. Antes, o ex-diretor do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste paraibano, havia sido nomeado para responder pela Secretaria Executiva de Gestão da Rede de Unidades de Saúde.

O atual secretário de saúde assumiu o cargo cinco meses antes da Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar a atual pandemia da Covid-19. Desde então, ele tem sido o porta-voz das diretrizes estaduais relacionadas ao novo coronavírus, sendo um defensor de medidas como o uso de máscaras, o isolamento social e a vacinação em massa da população.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *