Com saída de Azevêdo, presidente nacional do Cidadania quer diálogo com Pedro

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, disse nesta segunda-feira (21), que vai dialogar com o deputado federal e pré-candidato ao Governo do Estado, Pedro Cunha Lima (PSDB), e com o ex-senador Cássio Cunha Lima sobre as eleições estaduais desse ano, após a ida do governador João Azevêdo para o PSB.

Os dois partidos aprovaram a formação de uma federação para as eleições desse ano, que ensejou na saída de Azevêdo do partido. Segundo Roberto Freire, a direção nacional vai procurar os tucanos na Paraíba para um entendimento, tendo como pano de fundo ‘os interesses nacionais’.

“O Cidadania sofreu um baque muito grande, mas vamos prosseguir, até porque não temos inimigos, e sim adversários. Nós podemos conversar muito bem, e presamos muito a amizade com o Cássio Cunha Lima e o Pedro Cunha Lima, um jovem deputado que temos ótimas relações”, disse.

Freire ainda indicou que não tem pretensão de mudar a direção do partido na Paraíba, mas enfatizou que o partido deverá buscar o dialogo com o PSDB. “Vamos reiniciar um diálogo que lá atrás deixou de existir, mas que pode, rapidamente em nome dos interesses nacionais que essa federação significa”, completou Freire.

Saída de João Azevêdo

Roberto Freire também lamentou a saída de João Azevêdo do partido.  “É uma perda muito grande para a legenda”, disse. “A vida é feita de encontros e acontecem alguns desencontros. Foi um momento de desencontro, mas vamos nos encontrar”, concluiu Freire ao citar versos do escritor Vinicius de Moraes.

A entrevista de Roberto Freire ao autor do blog repercutiu na Rádio Arapuan FM.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *