Vice-presidente da CMJP, Eliza cobra retorno de aulas presenciais em universidades públicas; VÍDEO

A vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereadora Eliza Virgínia (PP), fez uma cobrança pública pelo retorno das aulas presenciais das universidades públicas, na Paraíba, após ouvir apelos de estudantes. Por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais, ela criticou a falta de transparência das instituições.

O posicionamento de Virgínia ocorre depois que a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) anunciou na última quinta-feira (3) o adiamento, pela segunda vez, o início das aulas presenciais, que estavam previstas para o dia 14 de fevereiro. De acordo com o novo calendário, o retorno será em abril.

Já a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em que as aulas estão previstas para começarem em 21 de fevereiro, está avaliando a possibilidade de adotar a forma remota ou híbrida no primeiro mês de aulas. Tanto na UFCG quanto na UFPB há grupos de estudantes inconformados com a manutenção do sistema remoto de aulas. Eles alegam que não estão sendo ouvidos pelas instituições.

Nas redes sociais, Eliza Virgínia disse que está ‘indignada’ com a postura adotada pelos conselhos que são responsáveis por definir o formato das aulas. Ela deve participar de discussões com estudantes durante a semana. A vereadora lembrou que as aulas ocorrem normalmente em instituições privadas e questionou a liberação de shows em detrimento das atividades nas universidades públicas.

“Fico perplexa, pois as aulas nas universidades privadas, onde professores de instituições públicas também ensinam, estão ocorrendo de forma presencial, normalmente, sem riscos. Por que só há riscos nas instituições públicas, e nas privadas não?”, questionou.

As instituições, por outro lado, alegam que suas decisões são baseadas no cenário epidemiológico da Covid-19, que recentemente experimentou um aumento de casos da variante Ômicron na Paraíba.

VEJA VÍDEO

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *