Júnior Araújo retira queixa-crime contra Dra Paula no TJPB: ‘não é minha inimiga’

O deputado estadual Júnior Araújo (PSB) protocolou um pedido de desistência, no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), de uma queixa-crime contra a sua colega da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a deputada Dra Paula Lacerda (PP). O processo estava na pauta de julgamento desta quarta-feira (20) da Corte.

O processo pedia a condenação de Paula pelos crimes de calúnia, injúria e difamação. Ambos trocaram acusações públicas, em 2019, no início a 19ª legislatura da Casa de Epitácio Pessoa, por causa de divergências políticas em Cajazeiras, onde ambos têm base eleitoral.

“Por se tratar de queixa-crime (crime de ação privada) vem dizer que não tem mais interesse no feito, renunciado assim ao seu direito de prosseguir com a ação”, disse o parlamentar por meio de requerimento enviado relator do caso, o desembargador João Benedito da Silva.

Ao blog Agenda Política, Júnior Araújo explicou por que decidiu retirar a ação. “Deputada Paula é adversária política, não é minha inimiga. Nos cumprimentamos, não deixa de ser uma colega de trabalho, então não é saudável manter relação de embate que não seja no campo político, por isso renunciei meu direito”, disse.

Confira a seguir o pedido de desistência protocolado pelo parlamentar

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *