‘Tirei a vida de um homem íntegro, correto e que não me fez nenhum mal. Eu agi covardemente’

Em depoimento ao 1º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa, Leon Nascimento dos Santos confessou, na tarde desta quinta-feira (07), ter sido o executor do assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira.

“Infelizmente, fui eu [que matei]”. “Eu tirei a vida de um homem íntegro, correto e que não me fez nenhum mal. Eu agi covardemente”, disse.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *