Sérgio Queiroz avalia candidatura ‘independente’ de chapa majoritária

O pastor Sérgio Queiroz (sem partido) informou que avalia ser candidato ao Senado nas eleições desse ano de forma ‘independente’, sem composição em chapa majoritária. “Posso sair sozinho, sem apoiar ninguém. É possível, se isso for mais conveniente, será assim. Sozinho”, afirmou.

Ao programa 60 minutos, da Rádio Arapuan FM, nesta quinta-feira (17), ele comentou a possibilidade de aliança com Nilvan Ferreira (PL), mas reconheceu que há dificuldades no processo. “Farei a diferença no processo de caminhada. Farei e usarei esses palanques que estão sendo dados para fazer o que tem que ser feito”, explicou.

O pastor evitou responder ao pré-candidato Bruno Roberto (PL), que em entrevista na terça (15) sugeriu que a postulação de Sérgio Queiroz estaria ‘convulsionando’ a base do presidente Jair Bolsonaro. “Eu não tenho como brigar com Bruno, pois não estamos no mesmo campo. Ele tem partido, eu não tenho. Ele é de família tradicional, eu não. Mas ninguém manda no povo”, finalizou.

Na semana passada, Sérgio Queiroz iniciou uma série de reuniões com pastores e lideranças políticas para discutir uma eventual candidatura ao Senado. Na última terça-feira (15), recebeu elogios do ministro Onyx Lorenzoni, que esteve em agenda institucional em João Pessoa.

Presidente da Igreja Cidade Viva, Sérgio Queiroz revelou que não fará da igreja um palanque político. “Se eu for candidato, a primeira coisa que farei será me licenciar”, revelou.

Procurador da Fazenda Nacional, o paraibano pediu afastamento do Governo Federal, onde trabalhava desde 2019, para se dedicar à finalização de um pós-doutorado. Ele havia exercido os cargos de Secretário Nacional de Proteção Global de Direitos Humanos (2019), Secretário Especial de Desenvolvimento Social (2020) e Secretário Especial de Modernização do Estado (2021) do Governo Federal.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

1 Response

  1. Correia disse:

    Será a decisão mais acertada, sair “sozinho”, assim o povo o elegerá. O povo de Deus não apoiará quem se aliar com os ímpios…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *