Relembre: Marília Mendonça fez doação de R$ 100 mil a instituição de Campina Grande

Vítima de acidente aéreo em Minas Gerais, a cantora Marília Mendonça tinha como características marcantes a solidariedade e o carisma. A junção desses fatores a levou a fazer uma doação de R$ 100 mil para a Instituição São Vicente de Paulo, situada em Campina Grande, no ano de 2017.

O anúncio da doação aconteceu durante o show de estreia dela no Parque do Povo, na Rainha da Borborema, durante o Maior São João do Mundo. Na ocasião, após cantar músicas nordestinas, a cantora pegou o celular, leu um texto escrito por ela e disse que tinha respeito pela cultura da região.

“Aqui [no Nordeste] encontrei uma razão para continuar pelo Brasil. Aprendi sobre humildade, sobre garra e a lutar pelo que eu quero. O que eu quero está aqui. Não troco, não dou e não vendo o amor que tenho por vocês e que vocês têm por mim. Meu coração mora nessa terra e jamais vou abrir mão”.

Em seguida, a artista revelou que não queria deixar só em palavras o amor que sentia por Campina Grande, por isso, doou R$ 100 mil à instituição social. A decisão, segundo disse na época, ocorreu após uma sugestão da sogra, que havia feito uma visita no local. Na mesma época, Mendonça recebeu o título de cidadã campinense.

Já em 2020, a cantora sertaneja anunciou durante uma live pelas pelas redes sociais, a doação de R$ 50 mil, ofertados pela empresa Alpargatas, para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. O valor foi destinado à compra de equipamentos e insumos necessários para combater a Covid-19.

Marília Mendonça, de 26 anos, e mais quatro pessoas morreram na tarde desta sexta-feira (5) em uma queda de avião de pequeno porte perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *