‘O STF já pode pedir música no Fantástico ao marcar 3 gols contra’

A frase é do ex-procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, que chefiou a Operação Lava-Jato em Curitiba. Ele criticou ‘gols contra’ do Supremo Tribunal Federal (STF) que, segundo ele, significam um retrocesso no combate à corrupção.

“Além da anulação do caso do ex-presidente Lula [do triplex do Guarujá], que prescreveu, a 2ª Turma do STF arquivou denúncia contra investigado pela Lava-Jato no Rio e causou a anulação de mais um caso de Eduardo Cunha”, lembrou.

Agenda Política

 

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *