Na Arapuan, ministro comemora retomada do turismo e se coloca ‘à disposição’ para contribuir com reestruturação do Hotel Tambaú; VEJA VÍDEO

O ministro do Turismo, Gilson Machado, em entrevista exclusiva à rádio Arapuan FM, afirmou que a pasta que ele representa está à disposição dos novos administradores do Hotel Tambaú, em João Pessoa, para o processo de reestruturação do local, considerado um cartão postal da Capital da Paraíba.

Dentre as pautas abordadas, a retomada do turismo nacional e local, contribuições ao setor hoteleiro e o avanço da vacinação no país, que vai permitir a retomada dos grandes eventos, incluindo o Maior São João do Mundo, em Campina Grande, em 2022

“Tivemos várias linhas de créditos para o setor de eventos, a exemplo do Pronampe, que com aval do ministério salvou e ajudou o setor, contamos com recursos de mais de R$ 5 bilhões investidos na cadeia produtiva, tivemos um protocolo de segurança, além da flexibilização das leis de trabalho, para que o maior Capital de uma empresa, que é o trabalho, não fosse perdido, e sim preservado entre patrão e empregado”, lembrou.

Gilson Machado destacou que o avanço da vacinação contra a Covid-19, sobretudo em regiões litorâneas do Nordeste, tem sido crucial para a retomada do turismo na região e para a reestruturação da rede hoteleira, que ficou prejudicada durante os períodos de isolamento social.

Em relação ao Hotel Tambaú, Machado destacou que o imóvel é um dos mais importantes da região e se colocou à disposição para contribuir com a reestruturação do local, que recentemente foi objeto de leilão, tendo sido arrematado pelo advogado Rui Galdino.

“Não tenho dúvidas que a hotelaria será um dos grandes negócios, eu acredito muito nesse hotel, que está no ponto mais oriental das Américas, então é isso aí, eu quero dizer que estou à disposição aqui no Ministério do Turismo e o que precisar estamos às ordens”, destacou.

VEJA VÍDEO:

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *