Líder do PSD integra observatório que acompanha eleições legislativas na Argentina

O senador Nelsinho Trad, líder do PSD, acompanha neste domingo (14), as eleições legislativas na Argentina. As urnas foram abertas às 8h da manhã (mesmo horário de Brasília). O parlamentar integra a delegação do Observatório da Democracia do Parlasul (ODPM), com o deputado uruguaio Daniel Peña, e foi convidado pelas autoridades eleitorais argentinas para ir aos locais de votação a partir de um programa de visitantes internacionais.

Segundo o Ministério do Interior da Argentina, neste ano, os cadernos eleitorais registram 34.332.992 pessoas aptas a votar. Elas vão eleger candidatos para renovar 127 das 257 cadeiras na Câmara dos Deputados e 24 das 54 cadeiras dos senadores. A relação de forças entre governantes e opositores resultante das eleições será decisiva para o poder de ação do atual governo.

Entre os locais de votação percorridos pelo senador sul-mato-grossense, estão a Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA), a Organização dos Estados Americanos e a Escuela Primaria Cabildo.

“Essa experiência contribui com o fortalecimento da democracia. As impressões de hoje também serão compartilhadas com o observatório. Vamos elaborar um relatório que deverá ser entregue até a próxima terça-feira. O documento também será apresentado ao Plenário do Parlasul em seguida”, afirma o senador Nelsinho Trad.

 A votação

Oito províncias (unidade federativa semelhante aos estados brasileiros) elegem 24 senadores nessas eleições para um mandato de seis anos: Córdoba, Chubut, La Pampa, Mendoza, Corrientes, Tucumán, Catamarca e Santa Fé. A Frente de Todos coloca em jogo 15 dos 41 lugares que possui e o “Juntos pela Mudança”, frente da oposição, nove dos 25 que tem em posse.

Por outro lado, a Câmara dos Deputados renova 127 das suas 257 cadeiras nestas eleições. Ao contrário dos senadores, que representam as províncias, os deputados representam o povo argentino. Eles têm mandatos de quatro anos e são eleitos por meio de um sistema de representação proporcional nos 24 distritos em que o país está dividido.

De acordo com a imprensa internacional, há uma expectativa muito forte de derrota do presidente Alberto Fernández nas eleições deste domingo. Por enquanto, a votação segue tranquila. Os eleitores têm até 18h para votar e os primeiros resultados devem ser divulgados às 21h.

Agenda Política 

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *