Ciro oficializa pré-candidatura e promete revogar teto de gastos e revisar reforma trabalhista

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), lançou nesta sexta-feira (21), em Brasília, sua pré-candidatura à Presidência da República. O evento ocorreu em ato na sede do partido em Brasília, no encerramento da convenção nacional do partido.

Em discurso, Gomes fez críticas a Lula, mas foi mais incisivo contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o pré-candidato Sérgio Moro, a quem chamou de “inimigo da República, tentando subtrair a liberdade do povo brasileiro”.

Ciro utilizou parte do discurso para rebater investigações iniciadas pela Polícia Federal contra ele. “Eu sou um homem honrado, um homem honesto, meu atestado são os meus 40 anos de vida pública, sem nunca ter respondido um processo por corrupção”, afirmou.

No campo das propostas, prometeu intervir na economia para diminuir o preço dos combustíveis. Ele também disse querer revisar a reforma trabalhista aprovada no governo Michel Temer e acabar com o teto de gastos. Ele voltou a falar na proposta de limpar o nome de cerca de 60 milhões de pessoas endividadas.

Essa é a quarta-vez que Ciro Gomes tenta concorrer à Presidência da República. Atualmente, ele aparece com menos de 4% nas pesquisas.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *