Eliza faz 1º discurso na Câmara, critica ‘Safadão’ e apresenta projeto de proteção de crianças; VÍDEO

Virgínia voltou a criticar o cantor Wesley Safadão, depois de ter denunciado o artista por suposta ‘erotização’ infantil / Foto: reprodução

Recém-empossada no cargo, a deputada federal Eliza Virgínia (PP) fez seu primeiro discurso na Câmara Federal nesta terça-feira (2), em Brasília.  Na tribuna, ela destacou o posicionamento político conservador e informou que irá apresentar projeto para proteger as crianças de abusos em produções artísticas.

Virgínia voltou a criticar o cantor Wesley Safadão, depois de ter denunciado o artista na Secretaria Nacional de Direitos das Crianças e Adolescentes por um um vídeo em que ele dança com a filha, de apenas 8 anos, para promover a música “macetando”.

A iniciativa da parlamentar contra o cantor foi pauta da imprensa nacional, recentemente, após acionamento do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH).

“No video, ele coloca uma criancinha de 8 anos de idade para dançar, em uma atmosfera libidinosa, de baixo calão , envolvendo e dando a entender que estava falando sobre sexo explícito. Certas músicas são gatilhos para pedófilos. Essa é a hora de dizer basta. O que estávamos fazendo com as nossas crianças de hoje?”, questionou Eliza.

Conservadorismo

Ao se apresentar como cristã e de direita, Eliza disse irá engrossar o debate e “fortalecer as fileiras do conservadorismo” no Congresso Nacional. Ela também elogiou o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). “Estou aqui para representar parte do nosso povo que é conservador e está ao lado da família, sendo contra a doutrinação ideológica. Sou contra o aborto, pois preservamos a vida desde a sua concepção”, disse a deputada.

A parlamentar enfatizou que uma de suas bandeiras principais será a “luta contra a erotização das crianças”. Ainda durante seu discurso, ela informou que irá apresentar um projeto na Câmara que estabelece nova tipificação penal contra a exposição de criança e adolescente nas produções artísticas.

Eliza Virgínia assumiu o cargo com a licença do titular do mandato, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), por 121 dias.

Assista ao vídeo aqui.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *