Desembargador paraibano compõe lista tríplice para vaga de ministro no TST

O desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT13), está compondo a lista tríplice para preenchimento de vaga de ministro destinada à magistratura de carreira do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

É a primeira vez que um desembargador do TRT13 compõe uma lista tríplice.

A vaga foi aberta em decorrência da aposentadoria do ministro Alberto Bresciani. Caberá ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), indicar o novo membro do TST.

A lista, formada em votação por escrutínio secreto pelos ministros que compõem o Pleno do Tribunal Superior do Trabalho nesta sexta-feira (11), é composta, ainda, pelos desembargadores Sérgio Pinto Martins, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) e Francisco Rossal de Araújo, do TRT da 4ª Região (RS),

O desembargador Wolney de Macedo Cordeiro ingressou na magistratura trabalhista em julho de 1991, com 23 anos. Ele atuou como juiz substituto, presidente de Junta de Conciliação e Julgamento e juiz titular de Vara do Trabalho até março de 2012, quando foi promovido, por merecimento, ao cargo de desembargador do TRT da 13ª Região, do qual foi ouvidor regional (2013-2015), diretor da Escola Judicial (2015-2017), corregedor regional e vice-presidente (2017-2019) e presidente (2019/2021).

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

2 Responses

  1. Benjamin disse:

    Fez por merecer👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  2. José Inacio Pereira de Melo disse:

    Excelente nome para compor a corte. Culto, iteligente e probo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *