Com base em delação: deputado protocola CPI para investigar relação entre PT e PCC

Informação foi confirmada por Sampaio através das redes sociais / Foto: Gabriela Korossy/Câmara dos Deputados

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) anunciou, na noite desta segunda-feira (04), que pediu à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados uma CPI para investigar a relação entre o PT (Partido dos Trabalhadores) e a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) com base em uma delação premiada de Marcos Valério, operador do Mensalão.

“URGENTE! Acabo de protocolar na Câmara Federal o requerimento de instalação da CPI que irá investigar as associações e movimentações financeiras criminosas do PT, denunciadas pelo operador do Mensalão, Marcos Valério”, escreveu Sampaio em perfil no Twitter.

Segundo a reportagem da Revista Veja, o publicitário Marcos Valério, condenado no processo do mensalão, disse em depoimento à Polícia Federal que ouviu de um integrante do PT, informações sobre a relação do partido com a facção.

De acordo com a versão apresentada, um empresário do ramo dos transportes chantageava o então presidente Lula para não revelar detalhes de como funcionava o esquema nem informações sobre as circunstâncias da morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

“Pela quantidade de mensagens de apoio que recebi, percebo que não fui apenas eu que fiquei indignado e preocupado com as denúncias de Marcos Valério. A união de brasileiros de bem é fundamental nesta luta contra a influência do crime organizado nos rumos do país! CPI JÁ!”, escreveu Sampaio no domingo (03).

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *