Contra e a favor: parlamentares da PB se posicionam sobre Caso Maurício Souza

Parlamentares paraibanos saíram em defesa do jogador de vôlei Maurício Souza, que foi demitido do Minas Tênis Clube após expressar uma crítica à orientação sexual do novo Super Man, nas redes sociais, o que foi interpretado como um suposto ato de homofobia. O atleta sofreu boicote pesado na internet.

O deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota) disse que Maurício Souza está sendo vítima da ‘lacrolândia’. “Minha solidariedade ao jogador @mauriciosouza17 Eu também não concordo com a nova versão do SUPER-HOMEM. OPINIÃO SIM, PRECONCEITO NÃO!!!”, escreveu o deputado estadual Wallber Virgolino nas redes sociais.

O líder da oposição, o deputado Cabo Gilberto (PSL), publicou a foto do Super Man beijando a Mulher Maravilha, em sinal de protesto. Quem também compartilhou mensagens em apoio ao jogador foi a vereadora Eliza Virgínia (PP), que se mostra contrária à inclusão de ilustrações de cunho sexual para crianças.

Já o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) compartilhou uma publicação do deputado Daniel Coelho (Cidadania-PE) contra ao debate sobre o assunto, ressaltando que há temas mais importantes a serem debatidos no Brasil. “Dólar chegando em 6. Gasolina em 7. Situação fiscal crítica. Inflação fora de controle. Desemprego estourado. Ainda morrem centenas de COVID todo dia. Mas, a prioridade dos caras é falar de um gibi americano. Eita Brasil véio de guerra. Povo sofre”, diz a publicação.

Tudo começou quando Maurício Souza, através do Instagram, publicou: “é só um desenho, não é nada demais… Vai nessa que vai ver onde vamos parar…”, escreveu. Ele foi rebatido por famosos, incluindo os apresentadores Felipe Andreoli e Casagrande, da TV Globo.

Quando fez a publicação que gerou a polêmica, o jogador Maurício de Souza tinha cerca de 300 mil seguidores no Instagram, mas após ter sofrido o ‘boicote’ nas redes, o número de seguidores que o acompanham disparou, tendo chegado a 1,8 milhões até esta sexta (29).

Confira:

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *