Ciro Gomes suspende pré-candidatura após PDT apoiar PEC dos Precatórios

O ex-ministro Ciro Gomes anunciou que vai suspender sua pré-candidatura à Presidência da República após o apoio da maioria da bancada de deputados federais do PDT à PEC dos Precatórios, aprovada em primeiro turno na madrugada desta quinta-feira.

O texto-base da PEC foi aprovado com 312 votos a favor, quatro a mais do que o mínimo necessário, com apoio do PDT. O texto permite o pagamento do Auxílio Brasil, novo programa social do governo federal.

Dos 24 deputados do PDT, 15 votaram a favor da proposta do governo, 6 votaram contra e três não compareceram à sessão, incluindo o paraibano Damião Feliciano.

Por meio de seu perfil no Twitter, Ciro Gomes disse que só resta um caminho, que é a deixar a pré-candidatura ‘suspensa’ até que seus aliados na Câmara reavaliem suas posições no segundo turno da votação.

“Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos coloca graves desafios. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos Precatórios. A mim só me resta um caminho: deixar a minha pré-candidatura em suspenso até que a bancada do meu partido reavalie sua posição. Temos um instrumento definitivo nas mãos, que é a votação em segundo turno, para reverter a decisão e voltarmos ao rumo certo”, escreveu Ciro.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *