Bruno sinaliza troca de partido após apoio do PSD a João: ‘não me representa’; ouça

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, confirmou nesta quarta-feira (27), em entrevista ao autor do blog na Rádio Arapuan FM, que deve sair do PSD após o apoio oficial do partido ao projeto de reeleição do governador do estado, João Azevêdo (PSB). Ele ponderou, porém, que não tem pressa para anunciar o novo destino partidário.

“O partido não tem nenhuma representatividade comigo e com o projeto que iniciamos em 2020, não estou representado pela decisão e é natural que os nossos próximos movimentos sejam de saída do partido, para que a sigla fique à vontade para fazer o que bem entender”, disse o gestor.

O prefeito ingressou no partido quando a sigla era presidida pelo ex-prefeito Romero Rodrigues e, na legenda, venceu a eleição municipal de 2020. Em março deste ano, porém, a senadora Daniella Ribeiro assumiu o comando da legenda, e nesta terça (26) anunciou apoio à reeleição do governador João Azevêdo (PSB).

“Não tenho mais nenhum vínculo com o PSD, mas não sou candidato esse ano e não tenho nenhuma pressa para fazer nenhuma mudança agora”, ponderou o prefeito. Além de sinalizar a mudança partidária, Bruno anunciou a exoneração de todos os indicados do Progressistas, do vice-prefeito Lucas Ribeiro, depois que o parceiro de administração foi anunciado como candidato a vice governador na chapa socialista.

Ouça a seguir

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

1 Response

  1. Othon disse:

    E,tome família no poder ..Kkkk
    Coisa boa é ser político de mandato no Brasil..
    Vergonha ..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *