Arthur do Val pede desculpas por áudios e retira pré-candidatura ao governo de SP

O deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP) decidiu retirar, neste sábado (05), sua pré-candidatura ao governo de São Paulo, após o vazamento de áudios do parlamentar, enviados a um grupo privado no Whatsapp, em que ele se refere às mulheres refugiadas ucranianas como “fáceis porque são pobres”.

Arthur do Val, conhecido pelo canal de Youtube Mamãe Falei, é membro do Movimento Brasil Livre (MBL) e divulgou uma nota nas redes sociais, em que pede desculpas pelo teor dos áudios divulgados pela imprensa. “Os áudios que vazaram de uma conversa com amigos são lamentáveis”, admite.

“Não são corretos com as mulheres brasileiras, ucranianas e com todas as pessoas que depositam confiança em meu trabalho e, por isso, peço desculpas. Não tenho compromisso com o erro. Por isso, entrei em contato com o presidente do Podemos, Renata Abreu, para retirar minha pré-candidatura ao governo de São Paulo”, informou.

Repercussão

A direção do Podemos na Paraíba defendeu a expulsão, nesta sexta-feira (04), do deputado estadual paulista Arthur do Val, conhecido por ‘Mamãe Falei’, se ficar comprovada a autoria das declarações sexistas atribuídas ao parlamentar contra mulheres refugiadas da Ucrânia, país que sofre invasão da Rússia.

Em nota, a direção nacional do Podemos repudiou “com veemência as declarações e, com base nelas, instaura de imediato um procedimento disciplinar interno para apuração dos fatos. Até este momento o partido não havia conseguido contato com o deputado, que estava em voo.

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Carlão Pignatari, disse que “Não há mais palavras para repudiar a fala do deputado Arthur do Val com a severidade que merece. Repugnante e inaceitável. Minha solidariedade às ucranianas e a todas as mulheres”.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu a cassação do mandato do deputado Arthur do Val.

Confira a publicação a seguir

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *