Wallber diz que ‘bola passou para oposição de João Pessoa’ e descarta apoio a Pedro em 2022

Apesar de ter um bom relacionamento político e pessoal com Pedro Cunha Lima (PSDB), o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota) não está disposto a apoiar uma eventual candidatura do tucano ao Governo do Estado em 2022, como tem sido cogitado após o claro recuo do ex-prefeito Romero Rodrigues (PSD) da disputa.

Em mensagem enviada ao blog, na noite desta sexta-feira (19), o parlamentar foi taxativo: “Eu, Wallber Virgolino, não patrocino interesses pessoais, tipo: “eu quero, eu posso, eu vou”. A turma de CG teve a chance de lançar candidato a governador com toda oposição junta, mas queimou a ficha com a “queda de asa” de Romero”, asseverou.

Ainda segundo Wallber, “A bola passou pra nós de João Pessoa”.  O parlamentar deixou claro que somente apoiará um candidato a governador que seja indicado pela oposição de João Pessoa. “O nome de Pedro não está em meus planos”, acrescentou.

A declaração de Wallber é um sinal de que, em se concretizando o recuo de Romero Rodrigues da disputa pelo Palácio da Redenção, a oposição poderá sair ainda mais fragmentada, caso não haja um entendimento entre suas principais lideranças.

Os tucanos começaram a admitir publicamente, esta semana, a possibilidade de lançar Pedro candidato em 2022 sem a opção de Romero Rodrigues na disputa. À Rádio Arapuan FM, o deputado Ruy Carneiro afirmou que essa “é uma grande possibilidade” que poderá se concretizar.

Apesar dos ruídos, há quem acredite num entendimento. O deputado Wellington Roberto (PL), esta semana, disse ao blog que trabalha pela unidade das oposições, incluindo tucanos, bolsonaristas e centristas, todos num mesmo palanque.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *