Suprema Corte dos EUA derruba decisão de Biden para impor vacinação nas empresas

A Suprema Corte dos Estados Unidos derrubou o projeto do presidente Joe Biden, que exigia  vacina contra Covid-19, a utilização de máscaras e a realização de teste destinado a empresas com mais de 100 funcionários. A decisão representa uma dura derrota contra o líder democrata.

Na mesma decisão, no entanto, a máxima instância judicial americana validou a obrigação de vacinação para funcionários públicos de instituições sanitárias que dependam de fundos federais.

Na decisão, o tribunal entendeu que a medida de Biden não tinha validade porque estabelece padrões de segurança no local de trabalho, não medidas amplas de saúde pública, dando poderes incompatíveis ao órgão responsável por implementar a lei, de acordo com a Fox News.

Em novembro, a Casa Branca anunciou que passaria a exigir das empresas com mais 100 funcionários que garantam a imunização de seus empregados nos Estados Unidos. Os funcionários que não estivessem imunizados teriam de ser testados pelo menos uma vez por semana e também usar máscara no local de trabalho.

A medida visava atingir 84 milhões de trabalhadores, segundo a Casa Branca (o equivalente a 25% da população americana). Os EUA são o país com mais mortes e casos de Covid-19 do mundo (844 mil e 63,2 milhões, respectivamente).

Agenda Política com G1 e Fox News

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *