Punição: Comissão de Ética do PT suspende Anísio Maia por 6 meses

O deputado estadual Anísio Maia foi suspenso do Partido dos Trabalhadores (PT), nesta quinta-feira (24), por decisão unânime da Comissão de Ética da Direção Nacional do partido, em votação ocorrida no início da tarde de hoje. O motivo foi a pré-candidatura do parlamentar à Prefeitura de João Pessoa em 2020.

“A comissão de Ética considerou que ele cometeu falha disciplinar”, disse um dos integrantes da Direção Nacional ao blog Agenda Política. A suspensão vale por 6 meses. Com a decisão, Anísio Maia não poderá disputar a reeleição à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) pelo PT.

Além de Anísio, foram suspensos por 3 meses Giucélia Figueiredo, Ancelmo Castilho e Josenildo Feitosa, membros da direção estadual. “Eles estão suspensos de qualquer atividade partidária durante esse período”, reforçou a fonte petista.

Para integrantes da Comissão de Ética do PT, Anísio Maia teria cometido ‘flagrantes violações à disciplina, fidelidade e à ética partidária ao ir de encontro a uma deliberação da Executiva Nacional ao disputar por iniciativa própria e sem consentimento’ as eleições para prefeito de João Pessoa.

Em 2020, o PT apoiou a candidatura de Ricardo Coutinho à Prefeitura de João Pessoa, que estava filiado ao PSB. Ricardo e Anísio acabaram derrotados nas urnas ainda no primeiro turno.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *