Pedro explica presença em agenda com Bolsonaro: ‘é preciso ter maturidade’; Ouça

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) justificou, nesta quinta-feira (05), sua decisão em ir ao encontro do presidente Jair Bolsonaro (PL), no município de Itatatuba, durante inauguração da primeira etapa das Vertentes Litorâneas, obra que segundo o tucano foi licitada no governo do pai, Cássio Cunha Lima (PSDB).

Ao blog Agenda Política, Pedro disse que o encontro com o presidente foi de natureza institucional. Ele defendeu o que chamou de “maturidade política” na relação com o Governo Federal. “Essa é uma presença de quem quer ver a Paraíba crescer e se desenvolver. É preciso ter essa maturidade, que vai além de qualquer posição político-eleitoral”, informou.

Ao lado do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), o tucano compareceu à presidencial no fim da cerimônia de inauguração. O deputado reconheceu o mérito do Governo Bolsonaro em concluir a primeira etapa da obra, mas lembrou que o projeto foi iniciado e tocado por outras mãos. Ele foi apresentado ao presidente pelo deputado federal e pré-candidato ao Senado, Efraim Filho (União).

“Estamos buscando fortalecer esse espírito, que inclusive vamos manter se chegarmos ao Governo do Estado. Isso é estratégico para a gente”, observou. O parlamentar lembrou, ainda, que a obra foi ‘pensada, concebida, projetada e licitada’ no Governo Cássio. “Independentemente do presidente eleito, temos que manter essa relação institucional”, reafirmou.

Vertentes litorâneas

A Vertente Litorânea é um sistema adutor com 130,63 quilômetros de extensão, constituído por 15 segmentos de canais com seção trapezoidal; cinco trechos em sifões invertidos, em tubulações de aço, que cruzam vales de rios e córregos; e sete aquedutos. A infraestrutura tem por finalidade integrar bacias hidrográficas da Paraíba com as águas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, visando atender demandas prioritárias do consumo humano e do uso industrial, bem como os projetos de irrigação a serem implementados.

Os investimentos totais para a Vertente Litorânea estão orçados em R$ 1,41 bilhão, sendo R$ 1,2 bilhão do Governo Federal e o restante de contrapartida do estado. Serão beneficiados diretamente os seguintes municípios da mesorregião do Agreste paraibano: Itatuba, Mogeiro, Itabaiana, São José dos Ramos, Sobrado, Riachão do Poço, Sapé, Mari, Cuité de Mamanguape, Araçagi, Itapororoca e Curral de Cima. De forma indireta, serão 39 cidades beneficiadas, com um total de 680 mil habitantes.

Ouça o áudio a seguir

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *