‘Não há um caso de corrupção nesse governo’, diz Rogério Marinho em João Pessoa

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse nesta sexta-feira (25), em João Pessoa, que ‘não há notícias de corrupção’ no Governo Federal. Ele participou da entrega das obras de construção de quatro desvios ferroviários, que vão possibilitar o aumento da capacidade de operação na Região Metropolitana da capital paraibana.

“Somos um governo que podemos comemorar uma marca que é por si só é significativa. Somos um governo que não tem notícias de corrupção, isso é digno de nota”, considerou o ministro.  A cerimônia de inauguração ocorreu na Estação João Pessoa e contou com a participação de lideranças políticas locais.

O ministro, que é pré-candidato a Senado pelo Rio Grande do Norte, disse que o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, quer ‘fortalecer esse projeto’ em curso no Governo Federal, nas eleições deste ano. “A expectativa é que o PL possa ter a maior bancada da Câmara e tenha um aumento no Senado”, revelou ao ser questionado pelo autor do blog.

Rogério Marinho tem intensificado sua agenda de inaugurações na região Nordeste. No início deste mês, ele participou de inaugurações do trecho final da Transposição do Rio São Francisco e fez uma visita a trechos que cortam o sertão paraibano.

No evento desta sexta (25), esteve presente o líder do PL na Câmara, o deputado paraibano Wellington Roberto, pai do pré-candidato a senador pela Paraíba, Bruno Roberto. “A pré-candidatura do Bruno, a minha e a de diversos companheiros espalhados pelo Brasil é no sentido de estruturar esse projeto de transformação que o Brasil passa”, informou.

Inauguração

Ao todo, o investimento do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em melhorias da operação da CBTU em João Pessoa é de R$ 10,3 milhões. São R$ 7,5 milhões para a construção dos desvios e mais R$ 2,8 milhões para a reforma das Estações Jacaré, Várzea Nova e Bayeux, que estão em andamento.

“O que estamos fazendo é uma retomada, dentro do compromisso que o presidente tem, de melhorar a mobilidade das cidades”, disse. “É o início de um processo e sabemos que há uma necessidade de assegurarmos investimentos para modernizarmos a composição dos trens e trazermos melhorias das linhas”, revelou.

Os desvios ferroviários são linhas adjacentes à principal ou a outro desvio e que são utilizados para cruzamentos, ultrapassagens e manobras de formação de trens ou comboios. Essas linhas auxiliares vão permitir o aumento da quantidade de trens da CBTU João Pessoa operando simultaneamente. Com isso, a projeção é que o intervalo entre os trens caia de 69 minutos para pouco mais de 20 minutos. Também é projetado o aumento da quantidade de passageiros transportados diariamente, dos atuais 12,3 mil usuários para cerca de 21,5 mil viajantes.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *