Na Arapuan FM, Moro chama PT de negacionista: ‘partido pode superar isso’

Em entrevista à Rádio Arapuan FM, na última sexta-feira (07), o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro (Podemos), acusou o Partido dos Trabalhadores (PT) de ‘negacionismo’ por não reconhecer escândalos de corrupção durante os governos do ex-presidente Lula. O presidenciável, no entanto, avaliou que a legenda pode ‘superar’ essa fase.

Moro foi questionado se já votou no PT em eleições para a Presidência, mas fez mistério e preferiu dizer que ‘se arrepende’ de algumas escolhas suas enquanto eleitor. “O PT é um partido que a gente tem que respeitar, mas não vai seguir adiante enquanto continuar com a postura negacionista da história. O que um Partido faz quando é pego em escândalo de corrupção, varre para debaixo do tapete ou assume responsabilidades?, questionou.

Moro avaliou que “é importante a gente ter um partido de esquerda no Brasil”, mas criticou o PT por não adotar uma postura coerente em relação à administração do país. “Como vamos ter um partido de esquerda que quer negar a história, que quer negar que houve envolvimento em escândalos de corrupção? Os casos estão comprovados. Gente do partido que confessou, e vimos tudo isso acontecer. E não foi só o Petrolão, o Mensalão [também]”, disse.

Moro finalizou dizendo que “O PT pode superar isso”. Para ele, “O primeiro passo é assumir responsabilidades”, o que na avaliação dele não está ocorrendo.

Ainda durante a entrevista, Moro defendeu suas decisões em relação ao ex-presidente Lula, quando era juiz, e disse que as sentenças foram ratificadas pelos tribunais superiores diante das provas apresentadas nos autos pelo Ministério Público Federal (MPF).

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *