‘Inocência das crianças’, ‘liberdade’, ‘Deus’ e ‘vida’: o discurso conservador de Marcelo Queiroga em São José de Piranhas

O discurso do ministro da saúde, Marcelo Queiroga, nesta quinta-feira (21) em São José de Piranhas, não foi marcado somente pelo tom fortemente político, em defesa do Governo Bolsonaro e das políticas adotadas pelo Ministério da Saúde no combate à pandemia da Covid-19.

Além de tecer críticas a adversários do presidente Jair Bolsonaro, o paraibano utilizou-se, sobretudo, de um tom conservador, ao levantar a bandeiras de pautas historicamente ligadas aos eleitores e ao próprio presidente desde as eleições de 2018, quando era candidato.

Além das vacinas, Marcelo Queiroga citou conceitos como ‘liberdade’, ‘inocência das crianças’, ‘Deus’ e ‘vida’, conceitos que são, com frequência, mencionados também pelo próprio Bolsonaro. Na ocasião, Queiroga reprovou governos passados e destacou a ‘missão’ que enfrenta contra a pandemia.

O blog elenca, a seguir, as frases mais conservadoras do discurso do ministro, ditas nesta quinta (21), no sertão do estado.

 Há cerca de 7 meses, tínhamos média móvel de óbito superior a 3 mil casos, e hoje, cumprindo as determinações do presidente, diminuímos 90% do número de óbitos. O que aconteceu antes, de 2008 a 2018? Sabemos quem estava no governo. Fecharam 40 mil leitos em hospitais de todo o Brasil, e nós, o que fizemos, abrimos leitos de UTI. Hoje temos 42 mil leitos e fortalecemos o SUS.

No passado, um consórcio de governadores disse que ia trazer vacinas. Quantas eles trouxeram? Nenhuma. Todas as vacinas foram trazidas pelo Governo do presidente Bolsonaro e as vacinas só tem um dono, o povo do Brasil.

O governo do presidente Bolsonaro é um governo conservador. O que isso significa dizer? Que tem compromisso com investimentos e com a probidade administrativa.

O governo conservador tem compromisso com a inocência das crianças nas escolas e nós sabemos disso. Tem compromisso com a dignidade da pessoa humana e compromisso com a liberdade, a liberdade de as pessoas acessarem livremente as políticas de saúde.

Água é saúde, água é vida, água que batizou Jesus Cristo no Rio Jordão, hoje através do presidente Jair Messias Bolsonaro vai matar a sede do povo do sertão, da Paraíba e do Nordeste.

Brasil acima de tudo e Deus acima de todos. Deus abençoe o presidente Bolsonaro.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *