Filiação de Moro ao Podemos não muda apoio do partido a João Azevêdo, diz presidente da sigla na PB

A filiação do ex-juiz Sérgio Moro ao Podemos, prevista para acontecer no próximo dia 10, em Brasília, não deve mudar o apoio da legenda à reeleição do governador João Azevêdo (Cidadania), garantiu nesta quarta-feira (03) o presidente do partido na Paraíba, Júnior Pires.

Pires é secretário executivo do Procon em João Pessoa e assumiu o comando do partido em julho deste ano, com aval da direção nacional, tendo como missão alinhar a legenda ao projeto político do governador para as eleições de 2022.

Segundo ele, além desse direcionamento ser mantido, a legenda terá como foco, também, a reeleição dos deputados do partido na Assembleia Legislativa da Paraíba e a eleição de um parlamentar federal no pleito do próximo ano. “Seguimos firmes e focados nesses objetivos e isso [a filiação de Moro] não altera em nada nosso direcionamento na Paraíba”, ressaltou.

A posição de Pires vai ao encontro de uma nota publicada pela direção nacional do Podemos  no fim do mês passado, em que o partido disse prezar “pela pluralidade e respeito” e compreender as “diferentes realidades locais”, mas que “discorda da existência de apoio ao PT ou a Bolsonaro”.

Questionado como pretende conciliar o apoio ao governador e a uma eventual candidatura de Moro, Júnior Pires reforçou que é necessário aguardar as decisões partidárias. “Ainda não há uma definição de candidatura à Presidência da República no partido. Quando houver, nós vamos nos posicionar”, destacou.

Trocando em miúdos, são posições que deverão ficar mais claras a partir da filiação de Sérgio Moro, no dia 10, e a confirmação de uma eventual candidatura do ex-ministro à Presidência em 2022.

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *