‘Decisão precipitada’, diz Secretário da Fazenda da Paraíba sobre redução do ICMS em São Paulo

O secretário da Fazenda da Paraíba, Marialvo Laureano, classificou como ‘precipitada’ a decisão do Governo de São Paulo, em reduzir de 25% para 18% o ICMS sobre combustíveis e energia, seguindo a Lei Complementar 194/22, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) com o objetivo de diminuir o preço dos combustíveis.

Segundo o Governo de São Paulo, a medida irá impactar a arrecadação em R$ 4,4 bilhões, tendo uma redução de quase R$ 0,50 centavos no litro da gasolina.

Ao blog Agenda Política, o auxiliar do governador João Azevêdo (PSB) disse que aguarda uma audiência com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, para tentar uma conciliação com o Governo Federal. A Paraíba já havia se posicionado contra a mudança na cobrança do ICMS.

Segundo Laureano, o impacto nas contas da Paraíba será de R$ 1,5 bilhão anualmente.

“Todos os estados estavam aguardando e fomos surpreendidos com a decisão de São Paulo em já implementar a Lei Complementar sem aguardar a conclusão das reuniões que nós temos diariamente. Essa legislação vai ter um impacto muito grande”, explicou.

Ouça o áudio a seguir

Compartilhe

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *