Aliados pedem providências contra vídeo que simula atentado contra Bolsonaro

Ministro da Justiça disse que vai pedir investigação / Foto: reprodução

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) pediram providências, nas redes sociais, neste sábado (16),  contra imagens de um vídeo que supostamente simula um atentado contra o Chefe do Poder Executivo em uma motociata. Ainda não se sabe qual a origem nem quem é o responsável pela criação do material.

Logo cedo, a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) publicou no Instagram um trecho do filme que mostra um boneco (ou ator?) parecido com presidente Jair Bolsonaro, como se estivesse morto. Ele aparece caído no chão, ensanguentado, e com uma suástica, símbolo nazista, desenhado sobre a roupa.

Nas imagens também é possível ver figurantes simulando apoiadores do presidente Jair Bolsonaro segurando bandeiras do Brasil e vestidos de verde e amarelo, como ocorre nas manifestações de apoio ao presidente. “Peço reforço de orações. Essa é uma guerra do bem contra o mal”, disse a parlamentar.

O filho de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), também se manifestou pelas redes sociais. “Ou será que isso pode? Será que instigar outros Adélios pode?”, questionou.

Da Paraíba, o deputado estadual Cabo Gilberto (PL), pré-candidato a deputado federal, cobrou uma investigação sobre o fato. “Isso é um absurdo”, comentou.

Por meio das redes sociais, O ministro da Justiça, Anderson Torres, disse que avalia medidas cabíveis em relação ao caso. “As imagens são chocantes”, disse.

Confira as publicações a seguir:

Agenda Política

Compartilhe

Você pode gostar...

2 Responses

  1. cleber disse:

    Essas pragas ruins bolzominions vivem fazendo fake conta o ex presidente LULA agora estão chorando boa duvido nada que foram eles mesmo que fizeram isso .

  2. Kiko Brandão disse:

    Isso tem cheiro, cor e forma de bolsonarismo….
    Se for atrás vão achar rastros no gabinete do ódio…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *