Operação Bleeder: prefeitos teriam recebido propinas de 5% em contratos de obras